• White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Twitter Icon
  • Branco Ícone Google+
  • White YouTube Icon
  • White Vimeo Icon

©2018 Noeh Baby | 31 99722.0449 / 31 4042.0449  | contato@noeh.com.brCNPJ 15.668.077/0001-01

Rua Pirapetinga, 322, Loja 5 - Bairro Serra | Belo Horizonte  

Tempo de entrega estimado pelos correios

Como a construção dos laços afetivos podem influenciar o desenvolvimento do seu bebê?

12.06.2019

 

As experiências vividas na primeira infância marcam uma fase muito importante da vida. Nela, os pequenos vivem as primeiras cognições, percepções da vida, conclusões, aprendizados… Tudo isso reflete diretamente na personalidade e tem importante influência nos adultos que elas se tornarão no futuro.

 

Por isso, o papel dos pais nessa fase, é de conduzir a criança, com muito afeto, em todas as suas novas descobertas.  

 

Veja a seguir algumas formas de apoiar o desenvolvimento do seu bebê por meio da construção de laços afetivos.

 

Respeite o tempo do bebê

 

Queixas como “o meu filho não começou a andar na idade que deveria” ou “meu filho ainda não falou as primeiras palavrinhas” são bastante comuns e, geralmente, cada uma delas vem carregada de ansiedade.

 

Os pais precisam entender que cada criança tem o seu próprio tempo de aprendizado e que nem sempre vão seguir a regra geral. Demorar para dar os primeiros passos, por exemplo, nem sempre significa que algo está errado. 

 

Estimular em excesso ou tentar acelerar experiências que só dependem do bebê pode gerar frustração e estresse. O ideal é observar o bebê, entender quais são suas preferências, reparar no que costuma chamar a sua atenção e trabalhar em cima disso. Sempre que tiver dúvidas, converse com seu Pediatra.  

 

Ofereça um ambiente seguro, no momento certo a criança irá se levantar e arriscar uma caminhadinha. E para proteger os pezinhos nessa fase, garanta que o pequeno tenha um calçado adequado. Neste momento conte com o Noeh, que é o único sapatinho que simula a pisada descalça e permite que toda a musculatura dos pés seja desenvolvida com conforto e segurança. 

 

Converse sobre sentimentos

 

Nos primeiros anos de vida, os pequenos começam a sentir que algumas coisas incomodam, outras provocam tristeza, fazem rir e por aí vai. Nessa fase de descobertas, eles também reagem a cada um desses sentimentos. Por isso, é normal que na hora da raiva, por exemplo, eles sintam vontade de agredir o amiguinho, gritar ou fazer birra. 

 

Nesse momento, os pais devem aproveitar para ensinar aos filhos o que é a raiva e que todo mundo sente isso às vezes, mas que é errado agir com agressividade. As crianças precisam entender o que são os sentimentos para que consigam dominá-los da melhor forma.

 

Dê autonomia

 

Durante a primeira infância, o afeto dos pais deve oferecer confiança e segurança o suficiente para que os pequenos possam desbravar o mundo ao seu redor. Uma forma de fazer isso é dando autonomia para que eles possam tomar pequenas decisões sobre a sua própria rotina – dentro de suas próprias limitações.

 

Deixar que optem pela cor da blusa que vão vestir ou que escolham entre banana, ou maçã no café da manhã são maneiras simples de dar-lhes independência. Essa independência é fundamental para criar seres humanos fortes e decididos.

 

 

Gostou de entender um pouco mais sobre a importância dos laços afetivos no desenvolvimento do bebê? Se você tem alguma dúvida sobre a primeira infância, deixe aqui nos comentários!

 

 

 

Referências:

https://revistacrescer.globo.com/

 

 

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Please reload

Artigos Recentes
Please reload

Procurar por tags
Siga
  • Grey Instagram Icon
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey LinkedIn Icon
0